FANDOM


Desde 1963, as Testemunhas de Jeová passaram a ensinar que o ano de 1975 era o fim dos 6 mil anos da existência da humanidade contados desde da suposta criação de Adão ( que segundo a Cronologia bíblica da Torre de Vigia revisada em 1943 ), no outono de 4026 AEC. Em seguida, ocorreria o Armagedom e o início do Reinado Milenar de Cristo.

Desde Charles Russell, que as Testemunhas partilhavam a crença de que o Reinado Milenar viria depois de 6 000 anos da história da Humanidade. Mas quando terminavam os 6 000 anos da existência humana? O livro Vida Eterna - na Liberdade dos Filhos de Deus, publicado (em inglês) numa série de congressos em 1966, apontavam para o ano 1975. Já no congresso, quando as Testemunhas examinaram o conteúdo, o novo livro suscitou muitos comentários sobre 1975." (Proclamadores do Reino de Deus, 1992, cap. 8, pág. 104; Vida Eterna - na liberdade dos Filhos de Deus, 1966, pág. 27-30 - Este livro foi escrito por Frederick Franz.)

Em 1963 (1966 em português), o livro Toda a Escritura é inspirada por Deus e proveitosa depois de calcular que Adão foi criado em 4026 AEC (após a revisão cronológica de 1943), nas pág. 286-7 afirmou: "De que importância é isto hoje? A 1.ª edição deste livro em português, de 1966, dizia: Significa isto, então, que até 1966 temos passado 5 991 anos do 'dia' em que Jeová vem descansando de toda a sua obra? (Génesis 2:3) Não, pois a criação de Adão não corresponde com o começo do dia de descanso de Jeová. Seguindo a criação de Adão, e ainda dentro do sexto dia criativo, parece que Jeová formou outras criações de animais e aves. Também, fez que Adão desse nome aos animais, que levaria algum tempo, e passou a criar a Eva. ... Qualquer tempo decorrido entre a criação de Adão e o término do 6.º dia criativo deve ser subtraído dos 5 991 anos, a fim de dar o real período de tempo desde o princípio do dia sétimo até [ 1966 ]. Não adianta usar a Cronologia bíblica para especular sobre datas que se acham ainda no futuro, na corrente do tempo. Mateus 24:36."

Em 1974, no congresso de Baltimore, Maryland, EUA, no discurso concludente proferido por Frederick Franz, disse: "Pouco antes de subir à tribuna, um jovem aproximou-se de mim e disse: Diga-me, que significa esse 1975?" Franz mencionou muitas perguntas feitas sobre se a matéria no novo livro quereria dizer que em 1975 o Armagedom ocorreria. Ele acrescentou, em síntese: "Pode ser. Mas não estamos dizendo isso. Todas as coisas são possíveis a Deus. Mas não estamos dizendo isso. E que ninguém seja específico ao falar sobre o que irá acontecer a partir de agora até 1975. Mas, prezados irmãos, a grande questão é: o tempo é curto. O tempo está-se esgotando, não resta dúvida sobre isso."

Apesar de criar expetativas bíblicas erradas e de as ensinar, afirmam: "Não adianta usar a cronologia bíblica para especular sobre datas que se acham ainda no futuro, na corrente do tempo." A Cronologia bíblica do Antigo Testamento usada pelas Testemunhas de Jeová se baseia na firme convição de que a destruição de Jerusalém e seu templo, por Nabucodonosor II, ocorreu no ano de 607 AEC. Isso contraria todas as evidências históricas atualmente conhecidas.

Nos anos que se seguiram a 1966, muitas Testemunhas de Jeová [ isto é, o Corpo Governante ] começaram a criar vivas expetativas que, evidentemente, não se cumpriram. "De novo, em 1975, houve desapontamento quando as expetativas sobre o início do Milénio não se concretizaram. Em resultado, alguns se afastaram da Organização. Outros, porque tentaram subverter a fé dos associados, foram desassociados. Sem dúvida, o desapontamento com relação à data era um fator, mas, em alguns casos, as raízes eram mais profundas. ... Outras declarações foram publicadas sobre esse assunto, e algumas foram provavelmente mais taxativas do que seria aconselhável." (Proclamadores do Reino de Deus, 1993, pág. 633, 104) Isso foi comentado na A Sentinela de 15/9/1980 na pág. 17.

"Se permanecermos fieis, Deus não nos deixará cometer erros ruinosos. Mas, às vezes, ele permite que erremos, para que entendamos a necessidade de sempre recorrer a ele e à sua Palavra. Isto fortalece nossa relação com ele e nossa perseverança enquanto esperamos. Aprendemos de nossos enganos que é necessário termos mais cuidado no futuro. Os cristãos, no decorrer dos séculos, sempre tiveram o forte desejo de que o novo sistema de coisas tomasse totalmente conta da terra. E por causa de sua própria vida curta, sem dúvida, ansiavam que isso viesse durante o seu período de vida. Os que têm procurado manter "bem em mente" o tempo de julgamento por Deus, em mais de uma ocasião, na história, têm ficado excessivamente ansiosos de que aquele dia chegasse, procurando acelerar, na sua própria mente, a chegada dos acontecimentos desejados. (II Pedro 3:12) ... Nos tempos modernos, tal avidez, embora elogiavel em si mesma, tem levado a tentativas de fixar datas para a desejada libertação do sofrimento e das dificuldades, que são o quinhão das pessoas em toda a Terra. Quando foi publicado o livro Vida Eterna — na liberdade dos Filhos de Deus e seus comentários sobre quão apropriado seria se o Reinado Milenar de Cristo fosse paralelo ao 7.º milénio da existência do homem, criou-se muita expetativa sobre o ano de 1975. Fizeram-se naquele tempo, e depois, declarações que enfatizavam que se tratava apenas de uma possibilidade. Infelizmente, porém, ao lado de tal informação acauteladora, publicaram-se outras declarações que davam a entender que tal cumprimento da esperança até aquele ano era mais uma probabilidade do que mera possibilidade. Lamenta-se que estas últimas declarações, pelo visto, tenham ofuscado as acauteladoras e tenham contribuído para o aumento duma expetativa já criada. A Sentinela de 15/1/1977 comentou que não era aconselhável fixarmos a vista em determinada data, dizendo: "Caso alguém tenha ficado desapontado, por não seguir este raciocínio, deve agora concentrar-se em reajustar seu ponto de vista, por não ter sido a palavra de Deus que falhou ou o enganou e lhe causou desapontamento, mas, sim, seu próprio entendimento baseado em premissas erradas."

Um renovado Senso de Urgência Editar

"Em vista do curto tempo que resta [ faltava 15 meses para outubro de 1975 ], a decisão de buscar uma carreira neste sistema de coisas não apenas não é sábia como também é extremamente perigosa. ... Muitos irmãos e irmãs jovens receberam oferta de bolsas de estudo ou de empregos que prometiam ótimos salários. Todavia, eles os recusaram e puseram os interesses espirituais em primeiro lugar." (Nosso ministério do Reino de 6/1969 pág. 3, ed. inglês, no artigo: "Serviço de Tempo integral - esplêndida oportunidade para os jovens"; A Sentinela de 15/4/1970 pág. 239; Despertai! de 22/4/1972 pág. 27-8) Deu sua aprovação para que as Testemunhas vendessem seus bens e largassem empregos e a faculdade, para ingressar no Serviço de Pioneiro. (Nosso ministério do Reino de 7/1974 pág. 3-4) Entendiam que 1975 era "um ano crítico". (A Sentinela de 15/3/1975 pág. 189)

Justificação do fracasso de 1975 Editar

O que dizer da predição de que 1975 tinha marcado o fim de 6 000 anos de história humana? Por que o Reinado Milenar não tinha começado então? Quando 1975 chegou e passou sem nada ter acontecido, muitas Testemunhas ficaram grandemente desiludidas. Por que é que o Corpo Governante não admitiu francamente que cometera um erro sério? Milhares saíram da religião. Entre 1976 a 1979, mais de 20% de todos os publicadores ativos afastou-se, ou pelo menos, se tornaram inativos. De forma similar, embora menos severos, decréscimos temporários ocorreram em muitos outros países como Alemanha, Nigéria e Grã-Bretanha onde havia grande número de publicadores. Nos poucos países, onde ainda havia aumentos, estes eram muito menores do que no passado. Só o Japão foi uma exceção.

Em 1977, Frederick Franz quando interrogado sobre o não cumprimento, explicou que o 7.º dia criativo começou após a criação de Eva. A duração do intervalo entre a criação de Adão e a de Eva não é revelado na Bíblia. (Times 11/7/1977 pág. 39) Ao fazer tal afirmação, ele escolheu ignorar os ensinos da Torre de Vigia recentes que defendiam que Eva tinha sido criada no mesmo ano que Adão, em 4026 AEC. (A Sentinela de 1/5/1968 pág. 271, ed. inglês; Despertai! de 8/10/1968 pág. 14, ed. inglês).

Sobre o fracasso de 1975, a revista A Sentinela de 15/1/1977 comentou que "não era aconselhável fixarmos a vista em determinada data, dizendo: "Caso alguém tenha ficado desapontado, por não seguir este raciocínio, deve agora concentrar-se em reajustar seu ponto de vista, por não ter sido a palavra de Deus que falhou ou o enganou e lhe causou desapontamento, mas, sim, seu próprio entendimento baseado em premissas erradas." (A Sentinela de 15/9/1980 pág. 17-8; Anuário das TJs de 1980 pág. 23)

Por dizer "caso alguém tenha ficado desapontado", só minimiza a seriedade de criar expetativas bíblicas falsas e de as ensinar publicamente. A justificação dada para as expetativas fracassadas teria sido devida a algumas pessoas, ao "seu próprio entendimento baseado em premissas erradas." Conclui-se dessa forma que os editores da Torre de Vigia / o Corpo Governante das Testemunhas de Jeová - não tiveram qualquer responsabilidade nisso. Novamente proclamaram que o fim do sistema de coisas está "muito próximo", e consequentemente, todos têm de ser encorajados a continuar na obra de evangelizar, se possível, no serviço por Tempo integral. Mais pessoas tinham de ser convertidas antes que viesse o fim.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória