FANDOM


Reis da Pérsia Editar

  • Cambisses II, filho de Ciro II, Rei da Pérsia entre 530-522 AEC. Foi o segundo governante da dinastia dos Aquemenidas. Em 525 AEC, derrotou o Faraó Psamético III na Batalha de Pelúsia, conquistando aquele país.
  • Dario I era filho de Hidaspes, sátrapa de Partia. Foi Rei da Pérsia entre 521-486 AEC. Reinou anos. Ppertencia a um antigo ramo secundario da familia real aqueménida. Subiu ao trono com um golpe de estado que afastou do trono um impostor chamado Smerdis, suposto irmão de Cambises II.
  • Xerxes I, filho de Dario I e de Atosa, filha de Ciro II, (485-465 AEC). Reinou de 21 anos. Foi assassinado pelo seu filho no dia 14 do 5.º mês (agosto) do seu 21.º ano de reinado. (BM 32234) Flávio Josefo assegura que tanto Ester como Vasti foram personagem reais. Heródoto desmente esta historia, afirmando que Xerxes teve unha rainha chamada Amestris, filha de Otanes.
  • Artaxerxes I, filho de Xerxes I, (465-424 AEC). Reinou 41 anos. Era o segundo filho de Xerxes e a rainha Amestris. Xerxes foi asasinado em Persépolis por Artabano, um oficial da corte. Foi identificado 454 AEC como seu 11.º ano de reinado. (VAT 5047) Seu 1.º ano completo de reinado começa em nisã de 464 AC. A última inscricão que menciona a Artaxerxes em vida é datada a 24 de dezembro de 424 AEC.
  • Xerxes II, filho de Artaxerxes I, foi assassinado em 423 AEC pelo seu irmão Sogdianus depois de apenas algumas semanas de reinado. O usurpador Sogdianus reinou por cerca de sete meses, após o que foi assassinado por Dario II.

20.º ano de Artaxerxes I Editar

Daniel 9:25 está relacionado com o aparecimento do prometido Messias. A expressão "desde a saída da palavra para se restaurar e reconstruir Jerusalém" têm sido relacionada pela Sociedade Torre de Vigia (dos EUA) com o 20.° ano de Artaxerxes I. O Messias apareceria na 69ª semana de anos ou ao fim de 483 anos (69 x 7). Isso aconteceu o 15.º ano de Tibério, em setembro de 28/29 EC. (Lucas 3:1, 30-31)

A STV insiste na ideia de que Artaxerxes I subiu ao trono em 475 AEC, em vez de 465 AEC conforme as evidências históricas. A explicação da STV não passa de uma distorção tendenciosa dos fatos e do uso de citações inexatas. Tentam resolver os problemas criados pelo prolongamento da duração do reinado de Artaxerxes I de 41 anos para 51 anos por abreviar o reinado de seu predecessor Xerxes I de 21 anos para 11 anos, argumentando que os primeiros 10 anos de Xerxes foram uma co-regência com seu pai, Dario I. (Estudo Perspicaz das Escrituras, 1988, Vol. 3, pág. 259-62)

A datação da STV de 455 AEC para o 20.º ano de Artaxerxes I é demonstradamente errada. Isso também prova que a interpretação dela das "setenta semanas" de Daniel 9:24-27 está errada.

O sacerdote Esdras menciona Artaxerxes I - junto com Ciro II e de Dario I - como tendo contribuido para a reconstrução do Templo. (Esdras 6:14) No 20.º ano de Artaxerxes, o rei persa concedeu a Neemias permissão para voltar a Jerusalém a fim de reconstruir as muralhas e os portões da cidade. (Neemias 2:1-8) O segundo Templo de Jerusalém já havia sido concluído no 6.º ano de Dario I. O decreto do 7.º ano de Artaxerxes (nisã de 458/457 AEC) concedia aos judeus certa medida de autonomia administrativa e judicial. (Esdras 7:25-26) Esdras saiu de Babilónia no dia 1 do 1.º mês (nisã) e chegou a Jerusalém no dia 1 do 5.º mês. (Esdras 7:9)

Determinar o ponto exato em que Artaxerxes I assumiu o governo é essencial. O grande problema é a carência de informação quanto a isso. Segundo os historiadores, Xerxes foi assassinado a 14 de agosto de 465 AEC. O ano de ascensão de Artaxerxes começou a partir de agosto de 465 AEC. Seu 1.º ano de reinado começou depois de agosto de 464/463 AEC. Seu 20.º ano foi 445/444 AEC.

"A última tabuinha conhecida do reinado de Xerxes vem do seu 20.º ano, e a mais antiga tabuinha datada de Artaxerxes vem do terceiro mês de seu primeiro ano." (Wood e Horn, A Cronologia de Esdras 7, 2.ª edição, pág. 99, em inglês, revisada, Washington DC: Review and Herald Publishing Association, 1970) O documento LBART 1419, que provém do período helenístico, coloca a morte de Xerxes I em agosto de 465 AEC. Dentre os papiros descobertos na colónia judaica de Elefantina (Egito), existe um documento AP 6. Traz a seguinte informação: "No décimo oitavo de kislev, que é o [ décimo sétimo ] dia de Thoth, no ano 21, o começo de reinado quando o rei Artaxerxes se assentou no seu trono." (pág. 100) Na faixa de transição Xerxes I para Artaxerxes I, 18 de kislev coincide com 17 de thoth em 2/3 de janeiro de 464 AEC. "Se o tempo exato da ascensão de um rei não for verificável, uma incerteza permanece quanto a que ano judaico é o ano da ascensão e qual é o primeiro ano, e a conversão de uma data judaica para o calendário juliano pode estar fora por um ano. Para Artaxerxes I essa incerteza ainda existe em um certo grau." (pág. 125)

Saiba Mais Editar

Ligações Externas Editar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória