FANDOM


Testemunhas de Jeová seguem cristianismo do primeiro século

A Associação Regional dos Açores das Testemunhas de Jeová (Rua Garoupinha 43, Angra Heroísmo, CP 9700-092 Angra do Heroísmo) tem 700 membros (sendo mais perciso, segundo o Relatório Mundial do ano de serviço de 2007, regista um auge de 648 publiccadores de congregação e abrange 15 congregações, média de 663 estudos dirigidos, 1565 assistencia total ao Memorial, km 2/2009). Acreditam que viver de acordo com os princípios bíblicos dá sentido à vida.

As Testemunhas de Jeová fazem parte de uma religião cristã internacional que vê o cristianismo do primeiro século como um modelo a seguir. "Acreditamos que viver de acordo com os princípios bíblicos, além de aproximar a pessoa de Deus, dá sentido à vida, promove fortes vínculos familiares e forma cidadãos produtivos e honestos", diz Emanuel Amaral, representante [ Serviço de Notícias do Circuito ] das Testemunhas de Jeová na Terceira, ilha onde contam com 200 membros.

Para as Testemunhas de Jeová, a Bíblia é a palavra de Deus. É nela que baseiam todas as suas crenças. "Algumas partes da bíblia devem ser entendidas de maneira figurada, ou simbólica".

De acordo com Emanuel Amaral, Jeová é o nome do único Deus verdadeiro e criador de todas as coisas. "Como tal, ele merece a nossa adoração e devoção. As suas qualidades mais notáveis são o amor, a justiça, a sabedoria e o poder. Jesus Cristo é o filho de Deus. Veio do céu para a Terra e deu a sua vida humana perfeita como sacrifício de resgate. A sua morte e ressurreição possibilitou que todos os que depositam fé nele sejam salvos e ganhem a vida eterna".

As Testemunhas de Jeová seguem o exemplo de Jesus de não fazer parte do mundo, evitando os preconceitos e as controvérsias - tão contrários ao espírito do cristianismo - que dividem a humanidade hoje, explica Emanuel Amaral. Encaram o casamento como um compromisso sério, para toda a vida. Recorrem à bíblia em busca de orientação para resolver os seus problemas maritais com amor e respeito. "Os pais têm a responsabilidade primária de suprir as necessidades físicas, emocionais e espirituais de seus filhos".

As Testemunhas de Jeová têm três congregações na Ilha Terceira, onde se reúnem regularmente cerca de 200 pessoas, entre membros ativos e simpatizantes. O local de adoração chama-se Salão do Reino. As reuniões baseiam-se na instrução bíblica. Todos os presentes são incentivados a levar o seu exemplar da Bíblia para acompanhar os assuntos considerados. Toda a congregação realiza três reuniões por semana. Ao sábado ou ao domingo é proferida uma palestra sobre um tema bíblico. Segue-se um debate, que conta com a participação da assistência, a qual utiliza a revista "A Sentinela".

O ponto alto do ano para as Testemunhas de Jeová é a recordação da morte de Cristo. "Essa ocasião especial é baseada no calendário judaico, o que significa que não é sempre no mesmo dia do calendário ocidental. Este ano será a 22 de março, num sábado. As Testemunhas de Jeová do concelho de Angra do Heroísmo reunir-se-ão no Centro Cultural e de Congressos, onde todos os presentes serão lembrados da importância da ocasião por meio de uma palestra e do observar dos símbolos que Jesus usou naquela longínqua noite: o pão ázimo e o vinho".

Não ao diálogo inter-religioso

As Testemunhas de Jeová respeitam o direito à escolha no que concerne a assuntos religiosos. "Respeitámos a liberdade das outras crenças religiosas, assim como gostamos que respeitem a nossa. No que diz respeito a atividades ecuménicas, adoptamos o conceito da bíblia. Questionamo-nos sobre como Jesus lidou com as diversas sensibilidades religiosas do seu tempo. Digamos que Jesus desejava que as pessoas entendessem e fizessem o que Deus queria delas. Na segunda epístola de Paulo aos Coríntios (6:14-17 NM) encontramos o seguinte raciocínio: "... que parceria tem a luz com a escuridão? Além disso, que harmonia há entre Cristo e Belial [ deuses falsos, idolatria ]? Ou que quinhão tem o fiel com o incrédulo? E que acordo tem o templo de Deus com os ídolos? ...". Assim, sem prejuízo do respeito que deve existir entre pessoas de diferentes credos, as Testemunhas de Jeová não participam em diálogos inter-religiosos", afirma Emanuel Amaral.

Tibério Cabral http://www.expressodasnove.pt/interiores.php?id=1841 29 de fevereiro de 2008 (texto revisto pela Encicl. TJs)

Testemunhas de Jeová reconhecidas como comunidade religiosa Nacional | 2009-10-07 12:43

A Associação das Testemunhas de Jeová anunciou esta quarta-feira ter sido reconhecida oficialmente como comunidade religiosa radicada em Portugal, ao fim de 84 anos de presença no país e de oito à espera deste estatuto.

Em comunicado enviado à Agência Lusa, as Testemunhas de Jeová manifestam a sua satisfação pelo reconhecimento, afirmando que ele surge ao fim de “oito anos de persistentes esforços” e que permite agora à comunidade beneficiar do mais elevado estatuto jurídico-religioso existente no país.

Este Atestado de Radicação no país como comunidade religiosa era fundamental para que as Testemunhas de Jeová pudessem prestar assistência religiosa nos hospitais públicos, prisões e Forças Armadas e de segurança, disse à Lusa um porta-voz da associação. Fonte: Lusa / AO online

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória