FANDOM


O termo hebraico para alma é né.fesh. Num sentido literal, exprime a ideia de um "ser que respira" e cuja vida é sustentada pelo sangue. O termo alma, deriva do latim Ănima, refere-se ao princípio que dá movimento ao que é vivo, o que é animado ou o que faz mover. De Ănima, deriva diversas palavras tais como: animal (em latim, alimária), animação, animador, ...

As conotações que o termo "alma" geralmente transmite à mente da maioria das pessoas provêm primariamente, não do uso dos escritores bíblicos, mas da antiga filosofia grega. Os antigos escritores gregos aplicavam psy.khé de vários modos, e não eram coerentes, suas filosofias pessoais e religiosas influenciando seu uso do termo. Segundo os léxicos grego-inglês, fornecem definições tais como "o Eu consciente" ou "ser vivente (humano ou animal)". Até mesmo em obras gregas não bíblicas, o termo era usado "para animais".

(O Que a Bíblia Realmente Ensina?, 2005, pág. 208; O Que Acontece Conosco Quando Morremos, pág. 32-6; Raciocínios a base das Escrituras, 1989, 142-6)

A maioria das religiões ensina que a alma, ou o espírito, é uma parte invisível do Homem que continua viva após a morte. A filosofia e teologia, define alma como a parte espiritual - o Espírito - do Homem, que se julga continuar existindo após a morte do corpo, podendo seu destino ser a beatitude celestial ou o tormento eterno. Segundo este ponto de vista, a morte é considerada como a passagem da alma para a Vida Eterna no domínio espiritual. A grande maioria das religiões, cristãs e não cristãs, concorda em linhas gerais com essa definição. O conceito de uma alma imortal remonta ao princípio da história humanidade. O hinduísmo e o budismo crêem na reencarnação e na transmigração das almas.

Segundo o conceito católico, a alma é criada por Deus e implantada no corpo por ocasião da concepção. Esta doutrina, é um dos fundamentos da filosofia e teologia cristãs. Mas, a aceitação de filosofias gregas significava que abandonava o conceito expresso em Génesis 2:7 de que "o homem veio a ser [e não ter] uma alma vivente." "A alma que pecar — ela é que morrerá." (Ezequiel 18:4) "Os viventes estão cônscios de que morrerão; os mortos, porém, não estão cônscios de absolutamente nada." (Eclesiastes 9:5) Jesus ensinou que os mortos serão ressuscitados — algo desnecessário se o homem tivesse uma alma imortal. (João 11:11-25)

Segundo a Enciclopédia Judaica, "a crença na imortalidade da alma chegou aos judeus através do contato com o pensamento grego e principalmente através da filosofia de Platão (427-347 a.C.), o seu principal expoente". A partir de meados do 2.° Século, os primitivos teologos cristãos adotaram o conceito grego da imortalidade da alma humana e o explicaram em linguagem cristã.

Na doutrina espiritualista, o ser humano é um Espírito preso temporariamente num corpo físico, ou seja, é um Espírito encarnado. A este estado temporário, denomina-se comummente de Alma.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória