Wikia

Enciclopédia das Testemunhas de Jeová

Ano da conquista de Babilónia

Comentários0
439 pages em
Este wiki

A data-chave da Cronologia do Antigo Testamento é o ano da conquista de Babilónia por Ciro II. É considerado o fim do Cativeiro Babilónico. Ocorreu em 5/6 de Outubro de 539 AC, no Calendário Gregoriano.

A Bíblia não nos dá um sincronismo direto desse tipo com a conquista de Babilónia. Esta data-chave está firmemente estabelecida pela arqueologia. Não é determinada na Crónica de Nabonido ou no Cilindro de Ciro. Para isso, temos de recorrer às tabuinhas astronómicas e comerciais.

No 1.º ano de reinado após a conquista da Babilónia ( 538/537 AC ), Ciro II emite o decreto que permite que os judeus deixem Babilónia. O povo regressou a Jerusalém no 7.º mês, ou seja, Tishri, que corresponde a partes de Setembro/Outubro. (Esdras 3:1) Nessa ocasião, é restaurado o culto do Deus de Israel.

Jeremias declarou que esta desolação ocorreu no "19.º ano [ de reinado ] do Rei Nabucodonosor". (Jeremias 25:8) A Bíblia fornece um sincronismo direto entre o reinado de Nabucodonosor II e a destruição de Jerusalém e seu Templo. Neste tempo, os reis de Judá usavam o "ano de Ascensão" como sendo o primeiro ano de reinado.

  • BM 21946, Museu Britânico. Este documento cuneiforme data da conquista de Babilónia no "16.º dia" do "mês [ babilónico ] de Tashritu" [ ou mês Tisri, no calendário hebraico, correspondente a partes de Setembro/Outubro ] no 17.º ano de Nabonido.
  • VAT 4956, Museu de Berlim. É um registo de cerca de 30 observações astronómicas datado do 37.º ano de Nabucodonosor II. Esta tabuinha estabelece astronomicamente o 37.º ano de Nabucodonosor II como sendo 568/567 AC. Esta data implica Jerusalém e seu Templo foram destruídos no ano 587/586 AC. Embora também seja uma cópia posterior, os peritos concordam que é uma reprodução fiel do original. E considerado um dos diários astronómicos melhor preservados.
  • Cilindro de Nabonido 18, Museu Britânico. Menciona um eclipse lunar em 26 de Setembro de 554 AC, no 2.º ano de Nabonido. A Crónica Real de Nabonido (n.º 53) menciona a consagração ao sacerdócio de uma filha de Nabonido no templo do deus-Lua Sin. Este episódio é descrito no Cilindro de Nabonido (n.º 18).
  • Cânone de Ptolomeu. Segundo Cláudio Ptolomeu, a soma total da duração dos reinados neo-babilónicos anteriores a Ciro II, aponta para o ano 587 AC como o 18.º ano do reinado de Nabucodonosor II (não-Ascensão).

Rede da Wikia

Wiki Aleatória