FANDOM


Quando a Comissão da Tradução do Novo Mundo da Bíblia doou todos os direitos de autor sobre a sua tradução da Bíblia à Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados de Pensilvânia, EUA, pediu que seus membros permanecessem no anonimato, mesmo depois de sua morte. "Os tradutores não buscavam proeminência para si, mas apenas dar honra ao Autor Divino das Escrituras Sagradas." Por este motivo, a Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas tem de ser avaliada pelos seus próprios méritos. Outras comissões de tradução adotaram um conceito similar. (As Testemunhas de Jeová no Propósito Divino, 1959, pág. 258, ed. inglês; A Sentinela de 15/3/1975, pág. 191; Prefácio da Tradução do NM das Escrituras Sagradas)

Membros da Comissão

A identidade dos seus membros era bem conhecida por todos os que trabalhavam nesse tempo na sede da STV, no Betel de Brooklyn, Nova Iorque. Uma das razões de que não aparecem os nomes dos membros da Comissão de Tradução, porque nenhum deles possuía habilitações académicas para serem tradutores bíblicos. Diversos ex-membros asseguraram publicamente que os membros desta comissão eram: Frederick Franz, Nathan Knorr, Albert Schroeder, Karl Klein, Milton Henschel e George Gangas. Essa informação nunca foi desmentida pela STV. Frederick Franz era o único membro capaz desta Comissão para fazer um trabalho de tradução. George Gangas era um turco que falava grego. Albert Schroeder e Karl Klein, foram os pesquisadores responsáveis por numerosas notas de rodapé, referências cruzadas e notas marginais que nos seis volumes originais da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas. Eram mais numerosas do que as publicadas na TNM Ed. 1984. Outras Testemunhas no anonimato serviram como pesquisadores-assistentes desta Comissão, talvez com melhores habilitações académicas. Elas terão colaborado na sua preparação e em sucessivas revisões, bem como na sua tradução para outros idiomas.

Opinião da crítica erudita

Não é sinceridade e a de cada Testemunha de Jeová que está em questão. O que os eruditos afirmam é que a Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas é uma paráfrase e não uma tradução literal dos idiomas originais. "É uma obra deturpada, tendenciosa e cheia de interpolações". Consideram que a Comissão de Tradução do Novo Mundo "mudou o texto bíblico para se adequar à sua própria teologia em muitos lugares."

A STV garante com respeito à Tradução do Novo Mundo: "... Evitou-se tomar liberdades com os textos ... ou substituí-los por algum paralelo moderno quando a tradução literal tem sentido claro. Manteve-se a uniformidade de tradução por por atribuir um só sentido a cada palavra principal e por reter este sentido tanto quanto o contexto o permitiu." Todavia acrescenta: "Tem havido desvios ocasionais do texto literal, com o fim de transmitir as expressões idiomáticas hebraicas e gregas ...". (Prefácio da Tradução do NM das Escrituras Sagradas, 1984, pág. 6-7; Toda a Escritura é Inspirada por Deus e Proveitosa, 1990, Estudo 7)

O que acontece é que os eruditos bíblicos, tanto cristãos como não-cristãos, têm atacado fortemente a exegese da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas quando esta pretende impor uma determinada posição teológica, porque essa exegese têm influenciado as vidas de milhões de pessoas em todo o mundo. Um bom exemplo disso foi o Prof. Jason Beduhn. Ao comparar diversas traduções bíblicas, BeDuhn teceu alguns comentários sobre a Tradução do Novo Mundo. Ele criticou "algumas opções de tradução que foram usadas na Tradução do Novo Mundo", mas mesmo assim disse que ela "é uma das traduções em inglês mais exatas do Novo Testamento que estão disponíveis é a mais exata das traduções que foram comparadas". (A Sentinela de 1/12/2004, pág. 30-1)

Quando a STV cita o Prof. Jason BeDuhm, foca apenas os pontos positivos. Distorcem ou omitem as suas críticas. Tampouco dão uma referência percisa do estudo mencionado por indicar aos seus leitores a editora, e qual as páginas e parágrafos. (Verdade e Tradução: Exatidão e Tendenciosidade nas Traduções em Inglês do Novo Testamento, Jason David BeDuhn, University Press of America, 2003, pág. 114-6, 162-3) O autor é doutorado em estudos comparativos de religiões pela Universidade de Indiana, e professor-associado de estudos religiosos da Universidade do Norte do Arizona, em Flagstaff.

Saiba Mais

Ligações Externas

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória