FANDOM


Johannes Wrobel, ex-Testemunha de Jeová alemã. Em Outubro de 1972, ingressou no Serviço de Betel da Alemanha, inicialmente no serviço de encadernação e de expedição. Tirou um curso em inglês, no ensino à distância, bem como um curso de francês, e ainda, frequentou dois semestres em grego antigo. Entre 1977 e 1979, trabalhou como secretário. Entre 1979 e 1996, trabalhou para o Departamento Redação da Sociedade Torre de Vigia (dos EUA), desde 1984, na filial alemã em Selters / Taunus.

Foi autor anónimo de numerosos artigos, principalmente para as revistas A Sentinela e Despertai!, incluindo as contribuições para a seção "Perguntas dos Leitores". Cuidava principalmente da correspondência externa sobre assuntos de história, religião, ciência e Bíblia / Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas. Foi conferencista e responsável pela realização de diversas exposições na Alemanha e no estrangeiro.

Iniciou uma pesquisa sobre a história das Testemunhas de Jeová e sua perseguição sob ditadura de Hitler, em 1985. Foi arquivista e responsável pelos Arquivos da Historia da congénere da Alemanha da Sociedade Torre de Vigia em Selters / Taunus. Teve contribuições em artigos em revistas, dicionários e enciclopedias externas, a partir de 1994.

Colaborações em publicações especializadas e apresentações, seminários e conferências na Alemanha e no exterior. Apoio a projetos de investigação e de exposições em memoriais e museus. Realização dos monumentos para o grupo perseguido no memoriais nos campos de concentração. Entre Janeiro e Março de 1996, cuidou do trabalho editorial dos documentarios vídeos sobre a perseguição das Testemunhas de Jeová sob o regime Nazi.

Foi o autor do artigo "Testemunhas de Jeová - Coragem diante do perigo nazista", publicado na Despertai! de 8/7/1998. O artigo é uma revisão da história dos Estudantes da Bíblia (Ernste Bibelforscher) na Alemanha Nazi, segundo a ótica do Corpo Governante. Foi responsável pelo documentario vídeo "As Testemunhas de Jeová Resistem ao Ataque Nazista". Teve uma participação ativa no Memorial às vítimas do Nazismo e no Museu do Holocausto dos EUA, em Washington DC. Wrobel pediu a sua demissão do Serviço de Betel na congénere da Alemanha. Em Novembro de 2008, Wrobel cancelou sua associação com esta - depois de 36 anos.

Saiba Mais Editar

Ligações Externas Editar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória