FANDOM


Em 1921, John Booth dava aulas na escola dominical na Igreja Reformada Holandesa. O pastor queria que ele cursasse a faculdade e estudasse para ser pastor. Mas ele não aceitava a ideia porque achava que os clérigos levavam uma vida egoísta. Pensava que seria bom tornar-se missionário no estrangeiro.

Em outubro de 1921, ao ver o panfleto do discurso "Milhões Que Agora Vivem Jamais Morrerão", não perdeu tempo em encomendar o folheto Que Dizem as Escrituras Sobre o Inferno? e o livro O Plano Divino das Eras, ambos escritos por Charles Russell. Cativado pelo que lera, percorria 24 Km de bicicleta, para assistir às reuniões dos Estudantes da Bíblia em Newburgh. Quando o pastor da sua igreja deu um sermão a respeito do inferno, ia de encontro com o ensinamento de que os mortos estão inconscientes, tanto minha mãe como eu deixamos a igreja. Seu pai, embora apreciasse nossas publicações bíblicas, continuou na religião de sua infância. Seus dois irmãos e suas três irmãs também se tornaram com o tempo Testemunhas de Jeová.

Em meados de 1923, aceitei um convite para ajudar na construção da nova estação de rádio WBBR da Sociedade Torre de Vigia, na Ilha Staten. Dentre os que vinham da sede em Brooklyn nos fins de semana para ajudar havia Nathan Knorr, com 18 anos, que em 1942 tornou-se o terceiro presidente da Sociedade Torre de Vigia. Foi enquanto trabalhava lá que assisti a uma assembleia na cidade de Nova Iorque e fui batizado em 19 de outubro de 1923. Logo começou a pregar de porta em porta na região de Wallkill, Nova Iorque, onde sua família tinha uma fazenda de gado leiteiro. Assiste à assembleia de Columbus, Ohio, em julho de 1924. Ingressou no Serviço de Pioneiro por tempo integral em abril de 1928. Pregou na região em que nascera e nas zonas rurais nos estados de Virgínia, Virgínia Ocidental, Carolina do Norte, Geórgia, Tennessee e Kentucky. Foi especialmente memorável a assembleia de 1931, em Columbus, Ohio, na qual foi adotado o nome de Testemunhas de Jeová.

Perto do fim de 1935, ingressou no Serviço de Betel de Brooklyn. Após trabalhar apenas alguns dias na gráfica, Nathan Knorr o convidou a servir como Superintendente de Circuito (então chamado de Diretor Regional de Serviço), visitando as congregações. Nos dois meses que se seguiram, recebi treinamento para minha nova designação, acompanhando Knorr e outros nas visitas de fim de semana às congregações. Em março de 1936, começou a visitar congregações e grupos menores em diversas regiões do país e a organizar assembleias. Enfrentar turbas iradas, comparecer em tribunais e ser preso, foram coisas que se tornaram comuns.

Durante 1936 e 1937, viajou partes da Pensilvânia, da Virgínia Ocidental, de Ohio, de Indiana, de Illinois, de Iowa, do Nebraska, de Wyoming de Colorado do Novo México e do Texas. Em setembro de 1937, após assistir à assembleia de Columbus, Ohio, passou o inverno visitando companhias nos estados setentrionais de Dakota do Norte, Montana e Idaho. Em fevereiro de 1938, viajou ao longo da costa do Pacífico.

No início de 1938, foram feito arranjos para uma reunião especial com as congregações da região da baía de São Francisco, à qual estiveram presentes cerca de 600 Testemunhas. Esta acabou sendo precursora das atual Assembleia de Circuito. O novo arranjo de visitas regulares de Superintendente de Circuito e de realização de assembleias de Circuito teve início em 1 de outubro de 1938. Logo depois da assembleia de St. Louis, em 1941, ficou cada vez mais difícil realizar as assembleias. Foi então decido descontinuar temporariamente a sua realização. Booth recebe instruções para se apresentar no Betel de Brooklyn.

Após mais de 13 anos no Serviço de Pioneiro, em 1941, Rutherford designou Booth a servir na Fazenda do Reino, próxima a Ítaca, Nova Iorque. Ali ele serviu fielmente por 28 anos. Booth aplicou-se ao estudo da nutrição animal e vegetal, utilizando-me da Universidade Cornell e de sua biblioteca. Por meio de nossos esforços conseguimos aumentar a produção da fazenda. Com o tempo passamos a produzir a maior parte da alimentação consumida pela crescente Família do Betel de Brooklyn, bem como da Fazenda do Reino, em Wallkill.

Ocorreu um dramático aumento de pessoal na fazenda em 1 de fevereiro de 1943, quando começou a funcionar a nova Escola Bíblica de Gileade da Torre de Vigia. Daí, cada seis meses chegava uma nova turma de cerca de cem estudantes procedentes de toda a Terra. Pode familiarizar pessoalmente com muitos estudantes das 35 turmas que receberam treinamento para o Serviço Missionário na fazenda, até que a Escola de Gileade foi transferida para Brooklyn, em 1961.

Quando a Escola Bíblica de Gileade encerrou suas operações na Fazenda do Reino, começava a funcionar lá a nova Escola do Ministério do Reino para os superintendentes (anciãos) das congregações. Durante os próximos sete anos, cerca de 7.000 superintendentes cursaram a escola.

Em janeiro de 1963, a Sociedade adquiriu uma propriedade em Wallkill, Nova Iorque. A propriedade foi chamada de Fazendas Watchtower (Torre de Vigia). No decorrer dos anos as dependências foram ampliadas e melhoradas, sendo instalado um complexo gráfico. Em 1 de janeiro de 1970, foi transferido para servir nas Fazendas Watchtower. Em novembro de 1974, tive o privilégio de ser designado membro do Corpo Governante das Testemunhas de Jeová, e, com essa designação, retornou ao Betel de Brooklyn. Faleceu em 8 de janeiro de 1996.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória