Wikia

Enciclopédia das Testemunhas de Jeová

Nosso ministério do Reino

Comentários2
439 pages em
Este wiki

O Nosso ministério do Reino é um folheto publicação mensal publicado pelas Testemunhas de Jeová, que circula apenas entre os publicadores de congregação. Nenhum simpatizante que frequente um Salão do Reino, seja desassociado ou dissociado, tem direito a ele. É objetivo desta publicação orientar mensalmente cada publicador na tarefa de evangelização [ proselitismo ] e colocação de publicações da Torre de Vigia. Provê ainda um breve relatório sobre a realização desta obra, bem como anúncios e noticias internas. O seu conteúdo é considerado numa das reuniões congregacionais - a Reunião do Serviço.

Começou por ser chamado Ideias Sugestivas para Colportores, o qual era enviado aos evangelizadores de Tempo integral - então chamados de Colportores. (Testemunhas de Jeová - proclamadores do Reino de Deus, pág. 246) Com novo ímpeto na evangelização, em 1919, providenciou-se a publicação de uma nova revista - A Idade de Ouro (antecessora da Despertai!). Para estimular a distribuição dessa nova revista foi providenciado um novo folheto mensal, o Boletim. Continha frases que eram decoradas para serem apresentadas de casa em casa, ao se dar testemunho às pessoas.

Em 1935, o Boletim mudou de nome, passando a se chamar Director. Em 1936, o nome foi mudado para Informante. Em fevereiro de 1956, passou a ser chamado de O Ministério do Reino. Em janeiro de 1961, houve mais uma pequena alteração, mudando para Ministério do Reino. Este novo nome durou até fevereiro de 1976, quando foi novamente modificado passando a ser Nosso Serviço do Reino. O Corpo Governante decidiu mudar o nome do Ministério do Reino para Nosso Serviço do Reino. Entendia que a designação "ministro ordenado" deveria se referir somente aos que ocupam cargos de responsabilidade na congregação [ ou Ministros de culto, isto é, Anciãos e Servos ministeriais ]. (A Sentinela de 1/3/1976; Nosso Serviço do Reino de 3/1976) Veja Ministro.

Em maio de 1982, o folheto passou novamente a ser chamado de Nosso ministério do Reino, e assim permanece até hoje. "Como nos regozijamos com o artigo sobre "Ministros de Deus", publicado na A Sentinela de 15/9/1981. (Nosso ministério do Reino de 5/1982 pág. x ) "Todos os cristãos dedicados e batizados, sem consideração de sexo ou idade, podem ser proclamadores, pregadores, ministros, ... desde que forneçam evidência disso pela sua conduta e pelo seu testemunho. ... Em harmonia com a informação publicada recentemente, é bem apropriado que o título desta publicação se apresente agora como Nosso ministério do Reino." (A Sentinela de 15/9/1981 pág. 18-9)

Rede da Wikia

Wiki Aleatória