FANDOM


A narrativa da origem da Terra e do género humano é apresentada numa linguagem popular, sem pretensões cronológicas. Não é um relato cientifico. (Génesis 1 e 2) Génesis 1:1 somente afirma que o Universo teve um princípio e esse princípio foi Deus. A preparação da Terra para vida humana é explicada em 6 fases - os "dias" criativos. Quanto à duração de cada "dia criativo", não são de 24 horas ou de 1 mil anos.

Nada afirma quanto a uma data para a formação da Terra ou para o aparecimento do género humano. Seu autor visou transmitir ensinamentos religiosos. A linguagem empregue é simples e figurada. Para transmitir esses ensinos, foram usados as narrativas e mitos da cultura mesopotâmica e o uso de teofonias - manifestações de Deus e de anjos.

A sociedade humana ante-diluviana, para além agricultura e da pastorícia, eram conhecedores da metalurgia de cobre e do ferro. Também faziam uso de instrumentos musicais. (Génesis 4:19-22)

Segundo o relato de Génesis, desde do início do Dilúvio até à criação do Adão, terá decorrido 1 656 anos. (Génesis 5:3-29 e 7:6, 11) Este período é esquematizado na tabela que segue:

  • Desde a criação de Adão até o nascimento de Sete 130 anos
  • Daí até o nascimento de Enos 105 anos
  • Até o nascimento de Quenã 90 anos
  • Até o nascimento de Malalel 70 anos
  • Até o nascimento de Jarede 65 anos
  • Até o nascimento de Enoque 162 anos
  • Até o nascimento de Metusalém 65 anos
  • Até o nascimento de Lameque 187 anos
  • Até o nascimento de Noé 182 anos
  • Até o Dilúvio Bíblico 600 anos

Os historiadores e exegêtas bíblicos concordam que a longa longevidade ante-diluviana, não têm valor cronológico. Apenas têm um valor simbólico. Os números apresentados acima para o período ante-diluviano são encontrados no Texto Massorético, que serve de base às traduções modernas do Antigo Testamento. Estes números diferem dos encontrados na Septuaginta grega (LXX), mas a evidência de exatidão favorece o Texto Massorético. (Comentário Sobre as Escrituras Sagradas, Génesis, pág. 272 nota, traduz. inglês e editado por P. Schaff, 1976)

Alguns defendem como literal a narrativa cronológica ante-diluviana. A justificação usada para rebater o aparecimento do género humano há milhares de anos é o seguinte: os métodos de datação radiocarbono têm limitações - originadas pelas mudanças climáticas e geológicas causadas pelo Dilúvio global, e estas, baseiam-se em conjeturas não comprovadas.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória