FANDOM


Raymond Victor Franz (8 de maio de 1922 - 2 de junho de 2010, em Winston, na Geórgia), sobrinho de Frederick Franz, foi membro do Corpo Governante das Testemunhas de Jeová entre 1971 e 1980, o órgão colegial que dirige a religião internacionalmente. É uma das mais importantes referências no estudo desta religião. É autor dos livros intitulados Crise de consciência, publicado em 1983, e de Em busca de Liberdade cristã, publicado em 1991. Seus livros são bem conhecidos entre as ex-Testemunhas de Jeová. Se alguma Testemunha ler ou possuir alguns de seus livros é convocada perante uma Comissão Judicativa congregacional.

No dia 30 de maio de 2010, Raymond sofreu uma hemorragia cerebral severa causada por traumatismo craniano, ficando em coma profundo por quase dois dias sem atividade cerebral. Sua esposa, Cynthia Franz, autorizou o desligamento dos aparelhos de suporte à vida, tendo Raymond falecido às 13h37 hora local do dia 2 de junho, com 88 anos. Em conformidade com a sua vontade, Raymond não teve um serviço fúnebre.

Sua formação pessoal

Raymond era filho de pais que tinham feito parte do movimento Estudantes da Bíblia (a partir de 1931, chamados de Testemunhas de Jeová) desde o tempo da I Guerra Mundial. Seu pai foi batizado em 1913. Além dos seus pais, três dos seus avós estiveram filiados com a Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados (dos EUA), tal como quatro tios – um irmão da sua mãe e três irmãos do seu pai (inclusive Frederick Franz, que viria a ser Presidente da STV). O mais novo destes três irmãos, e sua esposa, deixaram a religião depois de falharem as predições para o ano 1925. Aos 16 anos, em 1938, juntamente com suas duas irmãs mais velhas, tornaram-se publicadores de congregação. Raymond foi batizado no ano seguinte, em 1939. Uma de suas irmãs frequentou a Escola Bíblica de Gileade da Torre de Vigia e serviu como missionária durante algum tempo no Brasil.

Depois de terminar o ensino secundário, em 1940, Raymond ingressou no Serviço de Pioneiro por Tempo Integral. Em junho desse ano, foi designado como Pioneiro Especial [ na época, um evangelizador com uma quota de serviço de 175 horas mensais ]. Em 1944, cursou a Escola Bíblica de Gileade da Torre de Vigia durante 5 meses. Após formatura, em 1946, é designado para servir em França. Porém, acabou por ser designado por um ano e meio como Superintendente de Circuito nos estados norte-americanos do Alabama e parte da Califórnia. Mais tarde, foi enviado como missionário para Porto Rico e Ilhas Virgens, e depois, para a República Dominicana. Foi em Porto Rico, em 1959, que conheceu Cynthia, que viria a ser sua esposa e companheira no serviço missionário.

Em 1957, Raymond foi expulso da República Dominicana pelo ditador Rafael Trujillo. Casam-se em 1959 e o casal Franz continuam no serviço missionário nas Ilhas Virgens. Depois em 1961, retornam à República Dominicana como missionários durante cinco anos, numa época de grande agitação política e de guerra civil. As actividades religiosas das Testemunhas de Jeová estavam proibidas e os seus missionários estrangeiros expulsos. É designado como Superintendente de Filial. Em 1964, Nathan Knorr convidou o casal Franz para ingressar no Serviço de Betel de Brooklyn. Após isso, Raymond regressou à República Dominicana para treinar o seu substituto, Keith Stebbins.

No ano seguinte, foi designado para trabalhar no Departamento de Redação, cujo o superintendente era Karl Adams, irmão de Don Adams. Foi lhe pedido que elaborasse uma enciclopédia bíblica para as Testemunhas de Jeová. Nesse projeto, ele colaborou com outras 4 pessoas da Sede Mundial, escrevendo o que viria a ser o Ajuda ao entendimento da Bíblia (1969, na ed. portuguesa em 1982). Com algumas pequenas alterações e a inclusão de muitas imagens, essa obra ainda é publicada pela STV, em 2 volumes na ed. inglesa (3 volumes na ed. portuguesa, publicados em 1992) sob o nome Estudo perspicaz das Escrituras (1988). Depois de terminado o projeto envolvendo o Ajuda ao Entendimento da Bíblia, em 20 de outubro de 1971, foi designado membro do Corpo Governante, servindo como membro da Comissão de Redação. Serviu por algumas vezes na qualidade de Superintendente de Zona.

Desassociação da Organização

Depois de servir nessas funções durante nove anos, ele chegou a uma "crise de consciência". Segundo ele, viveu um conflito de consciência entre a Lei de Deus conforme expressa na Bíblia e a lealdade a uma organização religiosa e às suas normas. Em 22 de maio de 1980, com 58 anos de idade, Raymond pediu a sua resignação de membro do Corpo Governante e deixou o Betel de Brooklyn. (Nosso Ministério do Reino de 8/1980, pág. 2) Ele e Cynthia se mudaram para cidade de Gadsden, no Alabama (Geórgia), tendo Peter Gregerson arranjado trabalho em seu supermercado. Após isso, continuaram a servir como publicadores na Congregação de Gadsden Leste.

Em 31 de dezembro de 1981, Raymond e esposa, são desassociados por uma Comissão Judicativa sob orientação do Corpo Governante. Pouco tempo depois deste almoço com Peter Gregerson já dissociado, o Corpo Governante modifica a sua política no que diz respeito à associação com pessoas dissociadas, achando um pretexto para Raymond ser desassociado. Veja o artigo "Como encarar a Dissociação" na A Sentinela de 15/12/1981. Antes disso, o Corpo Governante não tinha proibido a associação de Testemunhas de Jeová batizadas com membros dissociados - excepto nos casos de violação do seu conceito de Neutralidade Cristã). Desde então, o Corpo Governante proibiu a associação das Testemunhas batizadas com membros dissociados. Foram equiparado a desassociados aqueles que se dissociam, independente do seu motivo.

Oficialmente, Raymond e Cynthia foram desassociados porque "tinha almoçado num restaurante com um dissociado". Na realidade, Peter Gregerson era o seu patrão e senhorio, e também, seu amigo pessoal. Entre as Testemunhas, se diz que Raymond fora desassociado por apostasia da Fé Cristã. Eles conseguiram adquirir uma casa agradável numa área semi-rural a cerca de 50 Km a oeste de Atlanta. A generosidade não solicitada e inesperada de muitas pessoas tornou isto possível. Raymond e Cynthia recebiam calorosamente muitos visitantes de muitos países.

Devido a ter sido membro do Corpo Governante e sobrinho do então presidente da Sociedade Torre de Vigia (dos EUA), a expulsão de Raymond Franz da religião atraiu muita atenção entre as Testemunhas de Jeová e do público em geral. Quando a revista Times contou a sua história de vida, isso resultou num volume crescente de correspondência. (Times de 22/2/1982, pág. 66) Foi por isso que decidiu escrever um livro que apresentasse uma explicação pública bem documentada sobre o que realmente acontecera. O resultado foi o livro Crise de consciência, que agora têm uma circulação internacional em muitos idiomas.

Sua postura religiosa

Raymond e Cynthia Franz tornaram público em diversas ocasiões o seu desinteresse em formar qualquer tipo de "nova organização" religiosa e nem qualquer interesse em pertencer novamente a qualquer outra organização existente. Ao refletir sobre o passado, Raymond conclui que a maior lição a ser aprendida e aplicada é encarar o cristianismo como "uma irmandade, não uma sociedade estruturada e sujeita a uma administração centralizada."

Quanto à hipótese de um retorno à religião Testemunhas de Jeová, Raymond afirmou que "as crenças fundamentais da Organização estão seriamente erradas e alterações cosméticas nunca modificarão esse fundamento. ... A usurpação para um sistema humano de direitos e privilégios que corretamente só pertencem ao Filho de Deus, é talvez de todos os erros cometidos, o mais sério. Em segundo lugar, privam o indivíduo de um senso verdadeiro de um relacionamento pessoal com Deus e Cristo, usurpam o exercício correto da consciência individual como consequência da imposição de infindáveis regras e regulamentos que tem uma origem inteiramente humana. ... Eles não podem fazer as necessárias mudanças fundamentais sem que isso implique o fim da Organização que eles são." (citação do seu livro Crise de consciência)

Saiba Mais

Ligações Externas

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória