FANDOM


Existe diferentes modalidades de serviço disponível para as Testemunhas de Jeová batizadas na congregação, sejam homens ou mulheres. Designam-se por Pioneiros, os publicadores de congregação que decidem tornar-se Evangelizadores a Tempo integral, regra geral, com um emprego fixo a Tempo parcial.

Colportores Editar

Inicialmente, os Pioneiros de Tempo integral de eram chamados de Colportores, e o seu serviço, de Colportagem. Em setembro de 1881, a revista A Torre de Vigia de Sião convocou mil pregadores para distribuir publicações publicações da Torre de Vigia por Tempo integral. Eles não precisavam ser “muito instruídos, muito talentosos ou ter ‘a língua de anjo’”. Em 1897, foram distribuídos quase um milhão de livros Aurora do Milénio, grande parte pelos colportores. A partir do congresso de 1893 em Chicago, a programação passou a ter sessões especiais sobre o Serviço de Colportor. Constava de animadas trocas de experiências, sugestões de técnicas de pregação e conselhos úteis.

Eram enviados a grandes cidades ou regiões onde pouco ou nenhum trabalho de evangelização pública era feita e lançaram a base para o futuro crescimento organizacional. Eles dedicam todo o seu tempo, recursos e energias à obra de evangelização e fazendo venda das publicações da Torre de Vigia. A maioria se sustentava com o pequeno reembolso que recebiam de cada assinatura da A Torre de Vigia de Sião ou de cada livro da Torre de Vigia que conseguiam. Onde o dinheiro era escasso, eles trocavam livros por alimentos.

Os Colportores eram chamados de missionários de sustentação própria. Muitos colportores foram designados Peregrinos - oradores viajantes da Torre de Vigia enviados às congregações. Em 1932, o termo Colportor foi mudado para Pioneiro. Em 1937, surge pela primeira vez o arranjo de Pioneiro Especial.

Pioneiro Auxiliar Editar

Inicialmente, era chamado de Serviço de Pioneiro de Férias. Todos os homens ou mulheres que, apesar do seu desejo, que não possam ingressar no Serviço de Pioneiro Regular, por razões familiares, escolares ou profissionais, podem servir como Pioneiros Auxiliares. Tem um requisito minimo de 50 horas por mês (antes de janeiro de 1999, era 60 horas por mês) na obra de evangelização pública, durante pelo menos 1 mês. Tem de ser um publicador regular batizado e ser exemplar na congregação. Sua petição (S-205b) terá ser aprovada pela Comissão de Serviço da Congregação local. Deve-se passar um 1 completo, após uma repreensão judicativa, ou após a readmissão, antes de alguém poder ser considerado para o serviço de Pioneiro.

Durante o ano de serviço de 2006,,todos os que estavam servindo como Pioneiros Auxiliares durante o mês em que o Superintendente do Circuito visitar a congregação passaram a assistir à primeira metade da reunião com os Pioneiros Regulares e Pioneiros Especiais durante a semana da visita.

Em março de 2013, entrou em vigor uma nova provisão de Pioneiros Auxiliares com um requisito de 30 horas no mês da Comemoração da Morte de Cristo e no mês da semana da visita do Superintendente do Circuito. Se a visita começar num mês e terminar no outro, os publicadores podem escolher um dos meses para servir como Pioneiros Auxiliares. Todos os Pioneiros Auxiliares passam a assistir à reunião inteira do Superintendente do Circuito com os Pioneiros Regulares e Pioneiros Especiais.

Pioneiro Regular Editar

Pioneiros Regulares são publicadores batizados exemplares que acordaram realizar pelo menos 840 horas (antes eram 1000 horas) durante pelo menos 1 ano na obra de evangelização pública. Em janeiro de 1999, foi feito reajuste no requisito de horas para Pioneiros Regulares - uma reduçãoo de 90 para 70 horas por mês. Sua petição (S-205) é aprovada pela Comissão de Serviço da Congregação local. Deve-se passar um 1 completo, após uma repreensão judicativa, ou após a readmissão, antes de alguém poder ser considerado para o serviço de Pioneiro.

Tal como acontece com os demais publicadores, seu Serviço de Tempo integral não é remunerado. Podem ser chamados de missionários de sustentação própria. Necessitam de cuidar do seu sustento pessoal ou familiar, normalmente mediante um trabalho a Tempo parcial.

Findo o primeiro ano de serviço, regra geral, os Pioneiros Regulares são convidados a cursar a Escola do Serviço de Pioneiro (ESP). Pioneiros que não cursaram a Escola nos últimos 5 anos podem ser convidados de novo. Eles recebem um manual de estudo intitulado Efetua Plenamente o Teu Ministério (2014). O manual anterior era intitulado de Brilhando como Iluminadores do Mundo. (1977, 1989, 2004) 

Se for Ancião ou Servo ministerial à 2 ou mais anos, poderá cursar a Escola para Evangelizadores do Reino (EER). Consoante as habilitações e circunstâncias pessoais e familiares, pode se habilitar para outras modalidades de serviço de Tempo integral tais como o Serviço de Betel, o Serviço de Pioneiro Especial ou o Serviço Missionário.

Pode ainda cursar a Escola para Evangelizadores do Reino, as Pioneiras Regulares solteiras ou viúvas, desde que não atinjam os 65 anos. Devem ser autossuficientes no sentido de suportar qualquer despesas médicas ou de transporte. Como são importantes na família e na congregação e grandes impulsionadoras na obra de Evangelização, parece ser uma forma de as encorajar e as motivar, dando-lhes um renovado objetivo na vida.

Pioneiro Especial Editar

Dentre os Pioneiros Regulares bem sucedidos, o Escritório da Filial pode designar alguns como Pioneiros Especiais temporários para territórios onde a obra das Testemunhas de Jeová é inexistente, onde existe um pequeno número de publicadores ou onde houve um enorme aumento de pessoas interessadas. Seus deveres são assumir a liderança na obra de evangelização pública e treinar outros, e ajudar a formar novas congregações. Destes, alguns podem vir a ser Pioneiros Especiais permanentes. Alguns podem ser convidados a cursar a Escola Bíblica de Gileade da Torre de Vigia (desde 1943).

Atualmente os requisitos de serviço são 130 horas mensais e 50 revisitas. Antes, tinham de fazer 140 horas mensais. Desde 1937 e durante a década de 1940, eram 150 horas mensais. No ano de serviço de 2009, mais de 24 mil homens e mulheres em todo mundo serviram como Pioneiros Especiais. Fazem parte da Ordem Mundial dos Servos Especiais de Tempo integral.