FANDOM


William Miller, nasceu em Pittsfied, Massachusetts, em 15 de fevereiro de 1782. Casou com Lucy em 1803, indo morar em Poultney, Vermont, onde era agricultor. Em 1831, com 50 anos, começou a pregar a sua doutrina. Com o fracaso das suas previsões, Miller retornou por fim à Igreja Batista. Ele morreu a 20 de dezembro de 1849.

Na sua juventude cria na Bíblia e em outros livros como inspirados. Adotou, após o seu casamento, o Deísmo. Serviu como voluntário na guerra de 1812, terminando como capitão em 1815. Em 1816, após ter assistido em sua igreja, a um comovente apelo de um pregador, se volta com ardor a estudar a Bíblia. Sua visão era de que a Bíblia, se fosse realmente a palavra de Deus, deveria explicar por si só suas aparentes contradições. Entre 1816 e 1818, estudou instensivamente a Bíblia usando apenas a Concordância Bíblica de Cruden. Começou em Génesis e não avançava um versículo se não o tivesse entendido. Um dia deparou com o texto que deveria marcá-lo para o resto da vida: "até duas mil e trezentas tardes e manhãs; e o santuário será purificado". Usando outros textos como Ezequiel 4:6-7 e outros mais, concluiu que as 2300 tardes e manhãs representavam 2300 anos que teriam começado em 457 AC e terminariam em 1843 EC.

Em 1831, então com 50 anos, embora tímido e receoso, começou a pregar, a princípio nas fazendas, depois vilas e por fim nas grandes cidades. Em 13/11/1833, houve uma chuva dos meteoros, algo que despertou na população suspeitas de que ele realmente estivesse falando a verdade. Em 1838, estudando o Cap. 8 e 9 do Apocalipse, chegou à conclusão de que exatamente em apenas dois anos, ou seja, 1840, o Império Otomano, influente e poderoso na época, seria desintegrado. Um colega seu, pastor Josias Litch, escreveu essas conclusões num periódico em 1838. Em 11 de agosto de 1840, o Império Turco-Otomano passou por uma crise. Alguém da imprensa secular lembrou do periódico e várias pessoas de diversas confissões religiosas da América, aderiram ao movimento religioso que se chamou de Adventismo ou Millerismo.

Miller marcou duas vezes um dia exato para a volta de Cristo, entre a primavera de 1843 e a primavera de 1844, antes de se arrepender e retornar à Igreja Batista. Seus estudos da Bíblia nesse períodos levou-o a estabelecer outras crenças distintas. Suas descobertas principais eram:

  • - Que Cristo voltaria de maneira pessoal e visível, nas nuvens dos céus, cerca do ano 1843.
  • - Que os justos mortos ressucitariam incorruptíveis e os justos vivos seriam transformados para a imortalidade, sendo ambos levados juntos para reinarem com Cristo na Nova Terra. (I Tessalonicenses 4:16-17)
  • - Que os santos seriam apresentados a Deus.
  • - Que a Terra seria destruida pelo fogo. (Apocalipse 20:9-10)
  • - Que os ímpios seriam destruídos e que seus espíritos conservados em prisão até sua ressurreição e condenação. (Apocalipse 20:5)
  • - Que o único milênio ensinado na Bíblia eram os mil anos que se seguiam à ressurreição. (Apocalipse 20:4, 7)

Como isso não aconteceu, ele e seus companheiros procuraram achar onde estava o erro. Um pastor, chamado Samuel Snow, sugeriu que Cristo viria, não na primavera, mas no outono daquele ano, exatamente no dia do juízo que acontecia no 10º dia do sétimo mês no calendário judaico rabinista, que naquele ano cairia no dia 22 de outubro de 1844. A purificação que era feita no santuário israelita, que era um antítipo do santuário celestial, acontecia neste dia, portanto, concluiu Snow, Cristo também, o Sumo-sacerdote, viria a este mundo mundo buscar Seu povo. Esta data foi chamada o dia do grande desapontamento.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória